Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

 
Vagas em cursos gratuitos no Senai-MT aumentam 400% em dois anos
Em: 26/06/2012 às 16:45h por Unecom - Sistema Fiemt

Foto

Nunca se falou tanto em apagão de mão de obra ou em falta de profissionais qualificados no mercado. Ao mesmo tempo, outro debate: Isso é falta de opção de cursos e dificuldade financeira ou simplesmente desinteresse das pessoas em estudar? Se considerado apenas a atuação do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-MT), a segunda opção seria a verdade em Mato Grosso, afinal, a cada ano a instituição aumenta a oferta de cursos e, principalmente, vagas gratuitas para a população. De 2009 para 2011, ascendeu em 53% o volume de investimentos do Senai-MT em gratuidade regimental, passando de R$ 13,94 milhões para R$ 20,14 milhões. Resultado: crescimento de 400% no número de alunos matriculados, de 5.337 para 17.437 no período.

"O Senai é a maior instituição de educação profissional no mundo, cuja missão é promover a educação profissional e tecnológica para a indústria brasileira. Contribuímos assim, de modo decisivo, para o desenvolvimento do setor no país, e a oferta de cursos gratuitos à população de baixa-renda sempre foi uma das nossas orientações estratégicas para formar mão de obra. Em Mato Grosso, temos superado as metas de investimentos em gratuidade regimental previstas para cada ano. Para se ter ideia, em 2011 a nossa meta era de 56% de aplicação dos recursos em cursos gratuitos, mas nossa performance foi de 82%. Mais que números, isso representa a importância do papel social do Senai na medida em que qualifica pessoas sem condições financeiras de estudar e oportuniza a elas a chance de mudar de vida por meio da educação", destaca o diretor regional do Senai-MT, Gilberto Figueiredo.

O diretor complementa que, além das vagas gratuitas disponibilizadas com recursos da gratuidade regimental, o Senai-MT se articula em parcerias com o poder público e o setor privado para incrementar os resultados de universalização do ensino profissional por meio do uso de recursos próprios, de convênios e de parcerias. Como resultado desta atuação conjunta, o saldo de matrículas gratuitas em 2011 foi de 38.352, isso sem considerar a gratuidade regimental. Se contabilizados os estudantes que estudam de graça subsidiados pela contribuição compulsória, o número aumenta para 59.752.

Das vagas gratuitas provenientes de convênios e parcerias, um exemplo é o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), que este ano já resultou em mais de 40.000 vagas. "Direta ou indiretamente, a população tem sido contemplada com cursos gratuitos e, se os cidadãos tiverem vontade de estudar e aumentar sua empregabilidade, podem procurar uma das escolas do Senai e preparar-se para o mercado. No caso do Pronatec, por exemplo, já realizamos mais de 11.000 matrículas e estamos em primeiro lugar no ranking nacional de desempenho".

Quando se fala em investimentos em gratuidade regimental no Senai, significa que a instituição tem aplicado os recursos da contribuição compulsória (receita líquida anual do Senai proveniente da contribuição obrigatória das indústrias), cujos valores têm aumentado desde 2009 atendendo ao Decreto 6.635 do Governo Federal. O documento prevê ampliação das vagas gratuitas nos cursos técnicos de formação inicial e continuada do Senai para cidadãos de baixa-renda, chegando a 66,6% em 2014. Além disso, prevê diretrizes de atuação no Brasil de modo a haver correta e transparente aplicação dos recursos. "Temos priorizado a população de baixa-renda, dando oportunidade para que eles possam se qualificar. Tanto que, no Senai-MT, estamos muito adiantados nesta adequação legal, e já ultrapassamos a meta de 2014 do Departamento Nacional do Senai, ou seja, aplicamos 82% dos nossos recursos somente no ano passado".

Os índices também são monitorados por meio do Sistema de Avaliação por Resultado do Senai, que possui indicadores de desempenho para avaliar e premiar a as melhores perfomances. Este ano, o Senai-MT foi eleito o melhor desempenho entre os Departamentos Regionais do país, entre outros fatores, pela atuação em oferta de cursos gratuitos.

 

 
 
 
Multiação no bairro São Matheus em Várzea Grande/MT
VER OUTROS VIDEOS