INFORMAÇÕES

(65) 3612-1710 / 1712

 
Notícias
23/01/2017

Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) completou 75 anos neste domingo (22) mais moderno e conectado com o futuro do que nunca. Criado pelo presidente Getúlio Vargas em 22 de janeiro de 1942, o SENAI tem investido na construção de uma rede nacional de 25 Institutos de Inovação e 57 Institutos de Tecnologia. Além disso, moderniza seus cursos de educação profissional, área na qual já tem tradição e excelência, formando profissionais competentes e bem sucedidos.

Maior complexo privado de educação profissional e serviços tecnológicos da América Latina, o SENAI apoia a competitividade da indústria brasileira por meio de um amplo portfólio de serviços voltados a atender demandas das empresas. Ao criar a rede nacional de Institutos de Inovação, que começou a operar em 2014, a instituição deu passo decisivo rumo a uma revolução no desenvolvimento tecnológico do Brasil. 

Os centros realizam pesquisa aplicada – o emprego do conhecimento acadêmico de forma prática – no desenvolvimento de novos produtos e processos ou de ideias que geram novas oportunidades de negócios, abrindo novos mercados. Presentes em vários estados brasileiros, os Institutos de Tecnologia também oferecem serviços metrológicos, testes laboratoriais, certificações de produtos e consultorias técnicas especializadas para aumento de produtividade de processos industriais.

A rede de institutos é o maior esforço do SENAI, desde sua criação, para fortalecer a inovação e o desenvolvimento tecnológico na indústria brasileira a fim de torná-la mais competitiva. É uma das mais relevantes contribuições do sistema para estimular o aumento do fluxo de conhecimento científico no País”, explica o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, que também preside o Conselho Nacional do SENAI. “Com essa iniciativa, o SENAI amplia significativamente sua missão de formar profissionais qualificados e elevar a competitividade da indústria, conferida em sua criação há 75 anos.”

A rede nacional de Institutos SENAI de Inovação conta hoje com uma carteira de 354 projetos de pesquisa aplicada, totalizando R$ 326 milhões. Deste total, 111 projetos já foram concluídos e entregues às empresas industriais parcerias, 220 projetos estão em fase de execução e 33 em fase de contratação.  Já a rede de Institutos SENAI de Tecnologia atende, anualmente, mais de 15 mil empresas, prestando mais de 100 mil serviços em todo o território nacional, com uma equipe composta por mais de mil especialistas e técnicos.


EDUCAÇÃO – Sempre de olho no futuro, o SENAI também busca oferecer educação profissional conectada com as tendências do mercado de trabalho. Em 2017, serão lançados novos cursos voltados para a chamada Indústria 4.0, também conhecida como a quarta revolução industrial – na qual o uso de automação e tecnologias digitais vão integrar máquinas e mudar a forma de produzir bens, cada vez mais customizados, assim como a maneira dos consumidores comprarem novos produtos. 

Os estudantes do SENAI são formados para trabalhar tanto com a tecnologia disponível no momento quanto naquelas que irão se inserir no mercado brasileiro nos próximos 5 a 10 anos. Metodologia utilizada para prever as profissões, o perfil e as habilidades dos profissionais do futuro já foi transferida a instituições de educação profissional e autoridades públicas de mais de 20 países na América do Sul e no Caribe.

Com a qualidade de sua educação reconhecida por organismos internacionais como a Organização das Nações Unidas (ONU), o SENAI utiliza ainda novas tecnologias didáticas para enriquecer a prática pedagógica, além de promover estímulos à criatividade e à inovação em escolas de todo o país. Desde 2009, o Programa SENAI de Tecnologias Educacionais investe em novas ferramentas que despertam o interesse dos alunos e o aprendizado de forma lúdica, como o aplicativo de Realidade Aumentada para celulares e tablets que enriquecem o uso dos livros didáticos nacionais. A instituição também tem investido fortemente em Educação a Distância (EAD). Já oferece mais de 90 cursos em diversos setores industriais.

"O SENAI é uma instituição que já tem reconhecida excelência em educação profissional, mas que se desafia permanentemente a elevar a qualidade dos cursos que oferece a seus estudantes. O investimento em tecnologias educacionais e em práticas pedagógicas revolucionárias faz com que os profissionais formados pelo SENAI estejam preparados para enfrentar os desafios do mercado de trabalho de hoje e do futuro. Por isso as empresas também preferem contratar alunos que fizeram cursos técnicos no SENAI”, explica o diretor-geral da instituição, Rafael Lucchesi. “Sem dúvida, o SENAI tem cumprido com louvor sua missão conferida por industriais há 75 anos.”

Pesquisa de Acompanhamento de Egressos mostra que 94% das empresas preferem alunos que fizeram curso técnico no SENAI. Além disso, 7 em cada 10 ex-alunos desses cursos conseguem emprego em até um ano após a formatura. Outra prova da excelência da educação profissional do SENAI é que a instituição, representando o Brasil, foi a grande campeã, em 2015, da 43ª edição da WorldSkills, a olimpíada internacional de profissões técnicas que reúne competidores de países cujos sistemas educacionais são referências em todo o mundo.

Desde sua criação, o SENAI já formou mais de 71 milhões de trabalhadores para 28 áreas da indústria brasileira desde a iniciação profissional até a graduação e pós-graduação tecnológica. Com 580 unidades fixas e 449 móveis, a instituição está presente em todo o Brasil e em nove escolas de formação no exterior: na Guatemala, no Peru, em Guiné Bissau, no Paraguai, em Cabo Verde, na Jamaica, em São Tomé e Príncipe, em Angola e no Timor Leste.

Por Helayne Boaventura
Foto: Sérgio Amaral
Infografia: Daniel Castro
Da Agência CNI de Notícias